Importante estudo sobre o “Impacto social, econômico e intelectual da ciência brasileira””

Comparando com a Espanha, por exemplo, o crescimento da produção cientifica de ambos os países foi semelhante entre 1981 e 2010. Mas, o impacto dos artigos espanhóis está acima da média mundial, ao contrário do Brasil. O crescimento numérico da produção cientifica argentina, em outro exemplo, é bem menor do que o Brasil, mas o impacto é maior. Já a China apresenta um crescimento de produção científica muito maior do que o Brasil, mas mostra problema semelhante ao do Brasil com relação ao nível de impacto.

Leia a íntegra do artigo.

Advertisements
This entry was posted in Uncategorized and tagged , . Bookmark the permalink.